14 fevereiro 2011

Madrid já tem casa de fados
Agora já podem converter os vossos amigos espanhóis à causa, sem terem de os levar a Portugal...

(Público.pt) “Silencio!, se va a cantar el fado”. É capaz de ser mais ou menos assim que começam as sessões da canção nacional n’ O Infante, a primeira casa de fados de Madrid. É uma extensão do restaurante de cozinha portuguesa Trás-os-Montes, localizado na Calle Senda del Infante n.º 28 (Mirasierra) e pertencente a José Alves e Maria da Graça (que detêm outro espaço próximo, o Transmontano), portugueses de origens transmontanas, com três décadas de vida e trabalho em Madrid — aliás, sublinham, o restaurante Trás-os-Montes é tão conceituado que o rei Juan Carlos “é um cliente assíduo”. A casa de fados, cujo baptismo homenageia o Infante D. Henrique, propõe “um ambiente que recria as típicas tabernas portuguesas dos anos 30”, “revestido de madeira para favorecer a acústica” e sublinhado a “azulejos de cor azul e branca” que recriam “a ponte D. Luís, o Douro e os barcos rabelo” e inclui um palco voltado para “um conjunto de 15 mesas com cadeiras baixas de pele”, “grandes cortinados portugueses” ou “imponentes candeeiros de aranha”. A inauguração foi com uma festa privada no final de Janeiro e contou com a fadista alfacinha Filipa Tavares, tendo a casa aberto portas ao público no último fim-de-semana. Agora, depois de “um típico jantar português” (o bacalhau é rei, claro), há fados ao vivo todas as sextas e sábados, das 23h30 às 4h00 — quem ficar a jantar no restaurante poderá assistir via circuito interno de televisão. Se estiver por Madrid este fim-de-semana, pode contar com Isabel Sousa, acompanhada por Bernardo Romão (guitarra portuguesa), João Veiga (viola fado) e Francisco Gaspar (viola baixo). [L.J.S.]

(Notícia gentilmente partilhada por André Albuquerque)

Nenhum comentário:

Postar um comentário